• Envie para um amigo

    Favor Preencher
    Favor Preencher
    Insira um Email Válido
Artigo

Três maneiras de saber que batalhas escolher

Brian Croft 30 de Novembro de 2018 - Liderança da Igreja

Os pastores que entram em igrejas já existentes são rapidamente sobrecarregados pelas mudanças necessárias para melhorar a igreja.  Para a maioria de nós, o desafio está em saber quando e como essas mudanças precisam ser feitas.  Se você está se perguntando como escolher sabiamente essas batalhas, primeiro receba este excelente conselho que recebi quando entrei em meu primeiro cargo de Pastor Sênior em uma igreja claramente precisando de mudança e revitalização: "Pregue a Palavra, ame sacrificialmente essas pessoas e não mude nada por um tempo".

Agora, tendo compartilhado este conselho inestimável que deve ser aplicado primeiro, aqui estão três perguntas a serem feitas à medida que você se prepara para fazer a mudança que é necessária, e para fazê-las com discernimento e sabedoria:

1) É bíblico ou uma preferência?  O que quer que você deseje mudar, certifique-se de ter um forte argumento bíblico para fazê-lo.  Se você deseja mudar a estrutura de sua igreja para uma pluralidade de presbíteros/pastores ou elevar o compromisso de todos os membros da igreja de reunir-se regularmente aos domingos (Hebreus 10:25), essas são mudanças bíblicas apropriadas que devem ser buscadas.  Se você quiser mudar a tradução da Bíblia usada para pregar, o estilo da música, ou remover a imagem gigante de um Jesus branco de seu lobby, essas mudanças não possuem um argumento bíblico tão claro.  Se é bíblico ou uma preferência pessoal importa para como você faz mudanças e, em muitos casos, se deve mesmo mudar ou não.

2) É a hora certa? Só porque um argumento bíblico pode ser feito em favor da mudança não significa que seja o momento certo para fazer a mudança.  Muitos jovens pastores entram em uma igreja existente, fazem mudanças rápidas e necessárias porque “está na Bíblia” e não pensam em pastorear uma congregação no curso dessas mudanças.  Eles então se perguntam por que, depois de dezoito meses de pastorado, metade da igreja permanece, e há uma falta geral de confiança e suspeita em relação ao pastor.  Isso ocorre porque o novo pastor estava ocupado demais tentando descobrir o que “precisava mudar” em vez de primeiro amar e pastorear aquela congregação, para que, mais tarde, ficassem receptivos à mudança.

3) As possíveis conseqüências valem a pena?  Determinado se a mudança pode ser ensinada como bíblica, considerado se o momento é correto, então um pastor deve ponderar se as conseqüências o consideram sensato e dignas do risco.  Por exemplo, eu não dividiria a igreja pela causa da pluralidade de presbíteros/pastores ou um papel inflado de membro nos primeiros anos em uma igreja.  Essas são mudanças que podem vir depois com bom ensino e paciência.  No entanto, eu arriscaria ser demitido confrontando um diácono encontrado em adultério aberto ou um ataque à divindade de Cristo, quer a igreja estivesse pronta para isso ou não.  Escolher as batalhas certas com sabedoria envolve saber se você está disposto a enfrentar as possíveis conseqüências de sua decisão, bem como se posicionar diante de Deus com uma consciência limpa.

Esse é um modelo geral a ser seguido quando você determina as mudanças que deseja fazer e como elas devem ser escolhidas e executadas.  Faça o que fizer, escolha as batalhas com sabedoria, como se você fosse estar naquela igreja por dez anos ou mais.  Isso lhe dará uma perspectiva diferente e ajudará você a ser paciente.

Ah, e mais uma coisa.  Ouça sua esposa.  Minha esposa me impediu de ser demitido algumas vezes por suas sábias advertências sobre algumas coisas diferentes que eu estava prestes a mudar.  Sua esposa é sua ajudadora e será uma ajuda especial para evitar que você faça algo que possa se arrepender.  Ouça-a.

 

Tradução: João Paulo Aragão da Guia Oliveira.

Revisão: Filipe Castelo Branco.

Fonte: 3 Ways to Know Which Battle to Choose.

Hits: 554


O leitor tem permissão para divulgar e distribuir esse texto, desde que não altere seu formato, conteúdo e / ou tradução e que informe os créditos tanto de autoria, como de tradução e copyright. Em caso de dúvidas, faça contato com a Editora Fiel.

Receba nossas Notificações



Brian Croft
Autor Brian Croft

Brian Croft é o pastor efetivo da Auburndale Baptist Church em Louisville, Kentucky. Ele também é autor de "Visit the Sick: Ministering...



Practical Shepherding
Parceiro Practical Shepherding

O ministério Practical Shepherding fornece conteúdo centrado no evangelho que visa equipar pastores e líderes nas questões práticas...

Produtos Relacionados

Não há produto relacionado